SLIJ_cartaz_nova_identidade
  • 00

    dias

  • 00

    hours

  • 00

    minutes

  • 00

    seconds

Solicitamos que as fotos tiradas durante o evento sejam enviadas para:

Alexandre Rampazo nasceu e vive em São Paulo. Formou-se em design e foi diretor de arte. Autor de livros de literatura infantil. Publicou mais de 60 livros. Recebeu importantes prêmios literários, entre eles, nos dois últimos anos, seus livros Se eu abrir esta porta agora (2018) e  O Passeio (2017), publicado com o autor Pablo Lugones, receberam o prêmio de Melhor Livro para Criança, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

Contadora de histórias, musicista e escritora. Possui mestrado em Letras Inglês e Literatura Correspondente pela UFSC (2010) e Graduação em Letras Língua Inglesa e Literaturas pela UFSC (2006). Há 10 anos trabalha profissionalmente com a narração de histórias apresentando espetáculos e ministrando oficinas e formações para adultos e crianças. É integrante da Cia Mafagafos, onde desenvolve um trabalho de pesquisa e narração de histórias com músicas e também participa do projeto autoral de música para crianças “O Carro da Sopa”.

Especialista em Atendimento Educacional Especializado pela Universidade Federal do Ceará – UFC (2011), Especialista em Políticas Inclusivas pelo Centro Universitário Facvest de Lages – SC (2004). Graduada em Pedagogia com Habilitação Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2001). Professora efetiva da Sala Multifuncional da Prefeitura Municipal de Florianópolis, oferecendo Atendimento Educacional Especializado – AEE para estudantes com deficiência, Transtorno do Espectro Autista – TEA, Altas Habilidades/Superdotação incluídos na rede regular de ensino municipal. Atualmente coordena a política de educação especial na Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. É Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Florianópolis – CMDPD. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial/ Educação Inclusiva.

Nasceu em Recife, capital do estado de Pernambuco. Lá começou a desenvolver suas primeiras atividades relacionadas à literatura infantil. Hoje o autor tem vários livros publicados por diversas editoras. Dedica-se a arte de escrever e ilustrar para crianças de todas as idades. Dentre prêmios, recebeu o Prêmio Jabuti de Ilustração, com seu livro Nuno e as Coisas Incríveis. E em parceira com Leo Cunha, recebeu o prêmio de Melhor Livro de Poesia pela FNLIJ, com o livro Um dia, um rio.

Doutora em Design da Informação no Programa de Pós-Graduação do Departamento de Design da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), fez seu Doutorado Sanduíche na University of the Arts London, Reino Unido, desenvolvendo estudos voltados à abordagens conceituais e metodológicas relacionadas à prática, aprendizagem e ensino do desenho e suas possíveis inserções em atividades projetuais em Design. É professora efetiva da Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC do Departamento de Design e pesquisadora. Atualmente desenvolve projetos de ilustração para livros infantis, entre eles, o livro O Gato, com texto de Bartolomeu Campos de Queirós, e o livro O Abraço do Gigante, em parceira com a autora Nana Toledo.

Possui Bacharelado e Licenciatura em Artes Cênicas pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2006) e Mestrado em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí (2009). Atualmente é atriz/ contadora de histórias do Grupo Teatral Porto Cênico e docente na FURB – Universidade Regional de Blumenau no Curso de Licenciatura em Teatro. Escritora de Literatura Infantil, autora dos livros: Liz viu o Mundo, A mãe que voava e Catarina tem uma prima. Tem experiência na área de Artes, Teatro e Literatura Infantil, com ênfase em Artes Cênicas e Literatura Infantil.

Cecilia Bajour nasceu e vive na Argentina. É formada em Letras pela Universidade de Buenos Aires e Máster em Livros e Literatura para Crianças e Jovens pela Universidade Autônoma de Barcelona e Banco do Livro da Venezuela (FGSR). Atualmente é codiretora de Especialização em Literatura Infantil e Juvenil da Universidade Nacional de San Martín, instituição em que também coordena a Área de Literatura Infantil e Juvenil do Programa de Leitura, Escritura e Literatura Infantil e Juvenil (PLELIJ). É crítica literária de livros para crianças e jovens, com expressiva atuação na formação de professores e mediadores de leitura. No Brasil, seu livro Ouvir nas entrelinhas — O valor da escuta nas práticas de leitura, foi publicado pela Editora Pulo do Gato.

Celso Celestino Cossa nasceu em 1980, na cidade de Maputo, Moçambique, onde reside. É licenciado pela Universidade Pedagógica (Campus Maputo) e atuou como professor por alguns anos. Escreve textos de diferentes gêneros, como crônica, conto, poesia, prosa poética, ensaios e livros para infância. Sua produção literária pode ser acessada e lida no site Recanto das Letras.

Daniela Padilha é editora especializada em literatura infantil e juvenil. Formada em Letras, dedica-se à edição de livros há mais de 10 anos, hoje à frente da Editora JUJUBA. “A história do arco-íris” é o seu primeiro livro publicado.

Denise Guilherme é idealizadora e diretora da TABA, clube de livros de literatura infantil. Mestre em Educação pela PUC-SP, formadora de professores e consultora na área de projetos de leitura. Descobriu nos livros um caminho para entender a si mesma e aos outros. E ficou tão encantada com o que viu que decidiu compartilhar com o mundo.

Ensaísta, tradutora e escritora. Professora do Curso de Artes Cênicas da UFSC e do Curso de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (UFSC). Tem livros publicados na área de tradução, teoria literária, teatro e literatura infantil e juvenil. Coedita o Jornal de Arte e Cultura (ISSN 2237-0617) – Qualis B4. Com Vitor Alevato do Amaral, lidera o grupo de pesquisa Estudos Joycianos no Brasil. É membro do Núcleo de Pesquisa de Estudos sobre Samuel Beckett (USP). É colunista do blog da Editora Iluminuras (São Paulo). Organiza o Bloomsday de Florianópolis, com o prof. Sérgio Medeiros (UFSC) e com a profa. Clélia Mello, desde 2002.

Diva Guimarães, paranaense, é educadora física e fisioterapeuta. A professora Diva, em um viagem a na Feria Internacional do Livro de Paraty, teve grande repercussão em 2017. Diva, emociono a FLIP com um discurso abertamente e honesto que contou resumidamente episódios de sua história e tratou sobre preconceito racial no Brasil.

Eloí Elisabet Bocheco nasceu no interior de Santa Catarina. Cursou Letras e fez Pós-graduação em Alfabetização e Metodologias de leitura. Atuou no Magistério Público de Santa Catarina como professora alfabetizadora, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Literatura, foi também animadora cultural no espaço da Biblioteca escolar, aposentando-se em 1998. Em 1988, iniciou “oficialmente” na literatura, publicando livros para a infância desde então. A autora é uma grande divulgadora da Literatura infantil e juvenil de SC.

Fabrício Cassilhas é atualmente conhecida como Fabris ou Feibriss. Ela é tradutora de histórias e professora de inglês. Formada em Língua Inglesa e Bacharelado e em Tradução pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Atualmente é doutoranda no programa de estudos de Tradução da UFSC. Se interessa por literatura negra (afro) e suas traduções. Seu foco tem sido traduzir nigerianos em língua inglesa para a língua portuguesa e analisar traduções já existentes desses textos. Sua prioridade são textos literários escrito por pessoas negras se interessando também pelos estudos de gênero e suas interseccionalidades. Faz parte do neTrans (Núcleo de Estudos e Pesquisas de Travestilidades, Transgeneridades e Transexualidades/UFSC), do Núcleo Literatural (Núcleo de Literatura Brasileira Atual – Estudos Feministas e Pós-Coloniais de Narrativas da Contemporaneidade), do Gesto (Grupo de Estudos em Oralidade e Performance) e do Perspectivas pós-coloniais: literaturas e culturas em língua portuguesa. Organiza o Sarau Vozes Negras e tem um projeto de contações de histórias Contra a Hipocrisia Colonial.

Professora Associado IV da Universidade Federal do Ceará. Possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Estadual do Ceará (1984), mestrado em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (1991) e doutorado em Teoria da Literatura pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco (2004). Desde 1992, é professora efetiva do Departamento de Literatura da UFC. Coordena, atualmente, o grupo de pesquisa Ateliê de Literatura e Arte, que congrega estudantes de graduação e pós-graduação da UFC. No momento, é responsável pelo projeto de pesquisa intitulado Infância e Interculturalidade, o qual tem por objetivo refletir sobre a construção e a desconstrução da noção de infância num movimento histórico-sócio-ideológico que se estende da racionalidade da Ilustração aos dias atuais, examinando a caracterização do mundo infantil face às matrizes comportamentais da época contemporânea. A pesquisa procura, dessa forma, verificar a presença da criança no texto literário encenando papéis sociais, que envolvem uma gama de situações em que a questão ética aflora de forma perceptível, dando margem à avaliação da postura da criança como agente criador de sua própria subjetividade e à comparação com experiências de vivências infantis de outros momentos históricos. O trabalho é operado em uma perspectiva interdisciplinar e comparatista, razão pela qual os discursos de outras literaturas, além da nossa, são chamados a compor o diálogo textual. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária e Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: infância, história cultural, ficções do imaginário, afetos, sociologia dos costumes. Realizou estágio pós-doutoral na área de Literatura Comparada, junto à UFMG e à Université de la Sorbonne – Paris 4, sob a supervisão, respectivamente, das professoras Maria Ester Maciel de Oliveira Borges e Véronique Gély, enfocando o tema Crianças e Animais na obra de Graciliano Ramos. Atuou, de setembro/2009 a fevereiro/2010 como pesquisadora convidada do Centre de Recherche en Littérature Comparée, ligado à Universidade de Paris – Sorbonne – Paris 4. Entre dezembro de 2010 e fevereiro de 2011, esteve, como professora convidada, na Universidade de Colônia, consolidando a criação do Centro Cultural Rachel de Queiroz, e inaugurando suas atividades acadêmicas, por intermédio do Curso de Inverno Uma Rachel: quantas escritas – ficção, teatro, memória, histórias do dia a dia, que visou dar a conhecer a multiplicidade de facetas contidas na criação da escritora em foco.

Nasceu no Rio de Janeiro, ainda jovem, mudou-se para Siderópolis/SC. É arte educadora. É acadêmica de Letras pela UFSC. É contadora de histórias. A temática sobre as questões raciais marca sua trajetória e no seu primeiro livro “O mundo de Oyá” é possível perceber essa preocupação.

É de Blumenau, Santa Catarina. Formado em Publicidade, e Especializado em Design Gráfico. Ilustra livros infantis desde 2010, quando ganhou um concurso para novos ilustradores realizado pela Livraria da Vila. Desde lá, acumula livros e prêmios, como a menção honrosa no Prêmio Internacional Serpa de Livro Ilustrado, de Portugal, em 2017. Foi selecionado, em 2019, pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), como um dos 10 ilustradores brasileiros selecionados para representar o Brasil na Bienal de Ilustração de Bratislava (BIB) 2019, na Eslovênia.

Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (2013). Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (2009), na Área: Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte. Especialista em Psicopedagogia pela UCB (2005). Graduada em Letras, pela Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (1997). Professora Ajunto A, classe A, do Departamento e Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Lavras. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino-Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: história da literatura didática brasileira, cultura material escolar, leitura, livro, leitor, alfabetização e práticas de leitura. Coordenadora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Lavras. Coordenadora do Núcleo de Estudos em Linguagens, Leitura e Escrita (NELLE) e do Grupo de Pesquisa Linguagem, Leitura e Cultura Escrita, da Universidade Federal de Lavras.

É professora de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, de Literatura Portuguesa e de Estudos Comparados em Literaturas de Língua Portuguesa na Universidade Federal Fluminense. Doutora em Estudos Literários/Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001), desenvolveu pesquisa em nível de Pós-doutorado junto à Universidade Federal de Minas Gerais e à Universidade de Coimbra em 2014, sobre o Ensino de Literaturas Africanas. Coordena o LICAFRO (Laboratório de Literaturas e Culturas Africanas e da Diáspora Negra da UFF, CNPq), colabora com vários NEABs (Núcleos de Estudos Afro-brasileiros), além de participar de diversas iniciativas científicas, socioculturais e políticas no Brasil e no Exterior, voltadas para as literaturas e culturas africanas e afro-brasileira, as relações coloniais Portugal-África, assim como para a problematização das relações étnico-raciais. Tem livros (ensaio e literatura infanto-juvenis) e artigos acadêmico-científicos publicados. Atualmente, dedica-se a projetos que envolvem as seguintes atividades: pesquisa sobre Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Teatro Africano de Língua Portuguesa e circulação mercadológica de obras literárias de autoria negra; extensão universitária para a formação de professores(as) no âmbito do ensino das Literaturas Africanas e da Diáspora Negra; desenvolvimento acadêmico para estudantes de baixa renda; inovação social por meio da edição e circulação de livros nos universos da diversidade étnico-racial, de gênero e da sustentabilidade (Nandyala Editora).

Doutora en Filosofia pela Universidade de Santiago de Compostela e profesora no Departamento de Didácticas Especiais da Universidade de Vigo, onde leciona disciplinas da área da Didáctica da Lingua e da Literatura. É investigadora do Instituto de Ciencias da Educación (ICE-USC) e dos projetos Informes de Literatura e A Literatura Infantil e Xuvenil do Centro Ramón Piñeiro para a Investigación en Humanidades. Forma parte de grupos e redes de pesquisas, como a Rede Temática de Investigación Las Literaturas Infantiles y Juveniles del Marco Ibérico e Iberoamericano (LIJMI) e A LIX angloxermana e a súa tradución, ademais de ser membro de ANILIJ (Asociación Nacional de Investigación en Literatura Infantil y Juvenil), de ELOS (Asociación Galego-Portuguesa de Investigación en Literatura Infantil e X/Juvenil), da que é presidenta, e da Asociación Galega da Crítica (AGC). Tem participado de numerosos encontros científicos nacionais e internacionais e publicado estudos em livros coletivos, revistas e jornais sobre literatura galega e Literatura Infantil e Juvenil, entre os que cabe destacar a Historia da Literatura Infantil e Xuvenil galega (Xerais, 2015), coordenada por Blanca-Ana Roig Rechou.

É licenciada em Biblioteconomia pela Universidade Tecnológica Metropolitana (Santiago, Chile) com um Diploma em Gestão Cultural pela Univ. Católica do Chile, um Diploma em Literatura Infantil e Juvenil pela Univ. de Santiago do Chile e um Diploma em Metodologias de Investigação pela Univ. Alberto Hurtado. Desenvolveu-se 12 anos na Biblioteca de Santiago, atuando como responsável pelas áreas de referência, sala de adultos e serviços móveis (Bibliobuses), gerando trabalho de desenvolvimento de coleções, gestão cultural e fomento leitor. Paralelamente, fez parte do Comitê de Seleção de Literatura Infantil e Juvenil (aleer.cl) e participou no Comitê Editorial da Revista Bibliomachín. Também tem experiência como professora (3 anos) nas áreas de Biblioteca Pública e Desenvolvimento de Leitores, Santiago, Chile. Obteve Fundo Cultural através do Ministério da Cultura e Artes do Chile que financiou minha participação para o estágio da Associação Vagalume (Bibliotecas da Comunidade Amazônica no Brasil), para participar como palestrante no IBBY Cuba, e para realizar o Diplomado de Literatura Infantil e Juvenil. Atualmente mora em Florianópolis e participa do grupo de pesquisa Literatura Infantil e Juvenil LITERALISE, na Universidade Federal de Santa Catarina, além disso participa na etapa inicial do desenvolvimento de um projeto de Kombi Biblioteca para crianças  e jovens em alguns pontos de Florianopolis e como Coordenadora Internacional na Bibliotank (Consultora na Promoção da Leitura, Chile).

Leo Cunha nasceu em 1966, em Bocaiúva (MG), e mora em Belo Horizonte. Escreveu mais de 60 livros, entre literatura infantil e juvenil,  crônicas e poesia. Também publicou contos e poemas em diversas antologias. Seus livros receberam diversos prêmios. É professor universitário desde 1997, na PUC-Minas. Seu livro Um dia, um rio, em parceria com André Neves recebeu o prêmio de Melhor Livro de Poesia da FNLIJ.

Tem graduação e mestrado na área de Letras – Estudos Literários. É especialista na área de mercado editorial.  Atualmente é editor de literatura nas Edições Olho de Vidro.

Márcia Leite nasceu em São Paulo, cidade onde desenvolveu sua vida pessoal e profissional. Escreve para crianças e jovens há mais de 25 anos. Tem vários livros publicados por diversas editoras brasileiras, alguns deles premiados. Como autora foi duas vezes finalista do Prêmio Jabuti, com os títulos “Olívia tem dois papais” e “Do jeito que a gente é”. A autora iniciou sua carreira como editora há poucos anos e, em 2011 abriu, com Leonardo Chianca, a Editora Pulo do Gato, especializada em livros para leitores em formação e formadores de leitores. Márcia atua também na área educacional como assessora na área de Língua e Literatura e tem obras didáticas publicadas para o Ensino Fundamental.

É escritor, professor e divulgador da literatura de cordel. Tem mais de 40 títulos publicados, a maior parte dedicada a este gênero que conheceu na infância. Vários de seus livros foram selecionados pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ). Como produtor cultural, é curador do projeto “Encontro com o cordel”. Em 2018, a convite do Institute for Heritage de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, participou do International Forum Narrator, representando o Brasil. Recebeu, desta mesma instituição, uma medalha de honra, por sua atuação como autor e divulgador das tradições populares.

Escritora catarinense da cidade de Ouro, SC, foi professora nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, coordenadora pedagógica e diretora em escola pública e particular. De sua autoria, para crianças de todas as idades, tem os livros: “Olhos de Espiar, Boca de Contar”; “Que Saco!”, “Papel de Gente”, “Asas de Pirilampo”, “O Descobrir de Mariana”, “O Menino do Bolso Furado”, “Quem é mais coruja?”.

Nasceu nos anos noventa, em Nampula. É considerado o aviador de uma nova geração de poetas. Também estudou contabilidade e auditoria, mas esse foi ensejo traído pelo espírito digressivo que empresta aos livros infantis que vai escrevendo. Acabou agora de sair o primeiro, Passos de Magia ao Sol, ilustrado por Bárbara Marques e editado pela Escola Portuguesa de Moçambique. A sua poesia é elíptica, concisa e epigramática, e promete cumprir-se num pleno de singularidade, chegado o amadurecimento que ainda persegue. Porém, é uma voz a seguir com justa atenção. Colabora em vários jornais e revistas, como a Missanga, a Blecaute ou a Literatas, que tem sido o viveiro de onde despontaram vários poetas da sua geração. É um militante empenhado do ativismo ambiental.

Nana Toledo nasceu em Blumenau, Santa Catarina. É cantora, compositora e escritora. Tem formação como Educadora Musical e Pedagoga, é contadora de histórias e focalizadora de Danças Circulares. Tem diversos CDs e livros editados para o público infantil, entre eles os CDs “Língua Enlinguarada” e “Só Pra Te Contar”. Em parceria com Anelise Zimmermann, escreveu o livro O Abraço do Gigante, publicou também, junto com Guilherme Karsten o livro O Monstro do Pé Molhado.

Nasceu em Buenos Aires, Argentina. Estudou quadrinhos e fez curso de publicidade. Mudou-se para o Brasil em 1995, onde vive até hoje. Trabalhou como redator publicitário e produtor cultural, elaborando e dirigindo artisticamente projetos nas áreas de literatura e música. Atualmente é autor de livros de literatura infantil e coordenador editorial da Gato Leitor. Seu livro O passeio, em parceria com Alexandre Rampazo, recebeu o prêmio de Melhor livro para criança, pela FNLIJ, em 2018.

Possui Bacharelado e Licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Paraná (1991), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (1996), Doutorado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005), Pós-Doutorado em Análise Crítica do Discurso na Universidade Pompeu Fabra (Barcelona, 2014). Tem larga experiência em pesquisas em rede, com atuação como pesquisador ou como coordenador em projetos regionais nacionais (entre os quais Educação e relações ético-raciais: o Estado da Arte, 2015-2018) e internacionais (entre os quais Racismo e Discurso na América Latina, 2005-2010). É fundador e editor da Journal of African and Afro-Brazilian Studies. Atualmente é bolsista produtividade 2 do CNPQ, atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE-UFPR) e Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB-UFPR). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: relações raciais, racismo, políticas afirmativas, construção social da infância, políticas para a infância.

Nasceu em Moçambique, em 1987. É contador de histórias e poeta, fundador da web-revista de literatura “Lidilisha” e do “Projecto Ler para Ser”. Mestre em políticas públicas pela Escola de Governação da Universidade de Pequim, é docente e pesquisador no Instituto Superior de Relações Internacionais, em Maputo. Ganhou vários prêmios e tem livros publicados no Brasil.

Nascido em Marília e atualmente residente em São Paulo. É formado em Comunicação Social, mestre e doutor em Letras (USP, 2008). Trabalha junto à área editorial, tendo sido professor de literatura infantil e outras disciplinas em letras, pedagogia e comunicação (UAM, Unoesc e Metodista), além de cursos e oficinas para formação de professores e mediadores de leitura. Em 2017, recebeu o Selo Cátedra 10 Seleção, pela autoria do livro Uma Noite para João e Outros Poemas, da Editora Paulinas.

Rachel Sutton-Spence é professora e pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina desde 2014 e pesquisadora do CNPQ com pesquisas relacionadas ao estudo de Literatura em Línguas de Sinais, desde 2014. Ela é Doutora (1995) em Linguística Aplicada pela Universidade de Bristol, Inglaterra e coordenadora do Grupo de Pesquisa Literatura em Línguas de Sinais.

É escritor e ilustrador. Nasceu em Brasília. Vencedor do Prêmio Internacional Hans Christian Andersen 2014, na Categoria Ilustrador. Formado em Desenho Industrial pela ESDI/UERJ. Recebeu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior por seu trabalho como ilustrador e escritor. Também é autor de textos teatrais. Esse ano, seus livros Clarice e Enreduana receberam o prêmio Hors-Concours, de Melhor livro para jovens da FNLIJ.

Sebastián é chileno, bibliotecário documentalista, mediador de leitura com experiência em gestão de iniciativas de promoção do livro e de leitura. Tem diversas experiências na gestão bibliotecária e cultural de iniciativas tanto de promoção de bibliotecas, a leitura e o livro; e programas culturais de impacto social. Participa de projetos do Plano Nacional de Leitura do Chile, como Diálogos em Movimento e Formação em Salas de Leitura.

Bacharel em Letras pela UFSC. Atua na Cia Mafagafos desde 2012 como produtor, compositor, contador de histórias e formador. Publicou os livros ilustrados infantis “Um príncipe triste” (2014), “Livro de Brinquedo” (2016), “Boi Malhado, Boi Dobrado” (2019).

Nasceu em Florianópolis. Possui graduação em Educação Artística pela Universidade Estadual de Santa Catarina. Arte-educadora com experiência em teatro e cinema. Organizadora do livro Fazendo e aprendendo, projeto realizado com alunos(as) do Ensino Fundamental da Rede Estadual de Santa Catarina. Possui diversos prêmios e títulos na área artística e menções honrosas pela sua contribuição na promoção da cultura e da arte afro-brasileira.

Nasceu e mora na cidade do Rio de Janeiro. Professora, contadora de histórias e escritora. Faz palestras sobre assuntos referentes à leitura e a formação do leitor. Já publicou mais de 40 livros. ganhou o selo de altamente recomendável da FNLIJ com seu livro Amores de Artistas, e com a Coleção Lembranças Africanas. Seus livros versam sobre temáticas afro-brasileiras.

Autor, cantor, mediador de leituras e contador de histórias. Seus livros receberam importantes prêmios e destacam-se pelo humor, pela crítica social e também pelo experimento do livro enquanto objeto. É também pesquisador de literatura infantil, integrante do grupo Roedores de Livros, que atua na mediação literária e ações de incentivo à leitura no Distrito Federal.

Toni Edson é ator negro sergipano que sobe aos palcos aos 11 anos de idade. Torna-se dramaturgo, diretor, compositor e ator de forma autodidata e a partir de 1998 inicia sua formação através de cursos. É contador de histórias e formador de contadores, tem sua pesquisa direcionada para contos africanos e contos populares do Brasil. É licenciado em artes cênicas (UDESC), Mestre em Literatura Brasileira (UFSC) e doutor em Artes cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade federal da Bahia (PPGAC/UFBA). É professor de Encenação e Teatro de Rua da Escola Técnica da Universidade Federal de Alagoas (ETA/UFAL).

Foi Diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, do Ministério da Cultura. Possui graduação em Comunicação Social – Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul (2002), especialização em Literatura Infantil e Juvenil, também pela Universidade de Caxias do Sul (2004), especialização em Literatura, Arte do Pensamento Contemporâneo pela PUC/RJ. No Instituto C&A de Desenvolvimento Social coordenou o programa Prazer em Ler, com atuação nacional em parceria com ONGs, poder público, institutos e fundações ligados ao fomento do livro e da leitura. Hoje coordena o Instituto de Leitura Quindim, em Caxias do Sul.

Professora e autora/ilustradora de livros de literatura infanto-juvenil. Yvette tem livros publicados em espanhol e inglês. Sua paixão pela escrita começou faz tempo, mas guardo nas gavetas os poemas e contos que escreveu. No mês de outubro ela publicou seu primeiro livro escrito em português: Aonde Vamos? Através da Editora Mercadolivros. Aonde Vamos? É um livro que convida lhe ao mundo da imaginação através de um diálogo que entrelaça a relação de mãe e filho na hora do conto.

Jose Antonio Homem de Montes, conhecido como Zeco, possui graduação em Administração de Empresas pela FGV-SP (1974). Trabalhou como livreiro e distribuidor, e atualmente é editor na ÔZé Editora, fundada em 2011, onde trabalha com literatura infantil, algo que faz desde 1976. Foi presidente da Associação Nacional de Livrarias (1982-1986) e diretor da Câmara Brasileira do Livro (1984-1988). Também é autor das obras A onça Dolores e o bode Quirino, e Pra onde foi o pai da Maria Borralheira, ambas publicadas pela ÔZé editora em 2013.

Atualização: 02 de novembro de 2019, às 17h45min

Terça-feira

Período Matutino
8h – Credenciamento
Hall do Bloco D do CED (Secretaria do Evento)

9h – Sessão de abertura

Atividade Cultural – ver mais informações
Coletivo 
Alcathea – mulheres contadoras de histórias (Aline Maciel, Lieza Neves e Nana Toledo) (SC)
Local: Salas do 2º andar do Centro de Cultura e Eventos da UFSC

Conferência: Isabel 
Mociño Gonzales – Universidade do Vigo (Espanha)
Mediação: Rosane Cardoso (UNISC)
Local: Salas do 2º andar do Centro de Cultura e Eventos da UFSC


Período Vespertino

13h

Atividade Cultural – ver mais informações
Roda de Histórias
Romaria da Palavra: Espaços da História
Coordenação: Claudete Terezinha da Mata
Local: Bloco C do CED

13h30 às 15h30  

Atividade Cultural – ver mais informações
Narração de Histórias com Ivani Magalhães
Local: Auditório EFI

Mesa 1 – Caminhos da autoria no exercício do escrever e ilustrar
Anelise Zimmerman (UDESC), André Neves (Escritor/Ilustrador independente) e Alexandre Rampazzo (Escritor/Ilustrador independente)
Mediação: Maria Laura Pozzobon Spengler (Pesquisadora independente) 
Local: Auditório EFI  

Mesa 2 –  Literatura e diferenças: das acessibilidades leitoras
Ana Paula Felipe (PME/Florianópolis) e Rachel Sutton-Spence (UFSC)
Mediação: Jefferson Santana (UFSC)
Local: Auditório CCE  

Minicurso 1 – Oficina de Cordel e Contos
Ministrante: Marco Haurélio
Local: Auditório Colégio de Aplicação

14h
Atividade Cultural – ver mais informações
Espetáculo com Cia Conto Encontros
Duração: 45 minutos
Local: Auditório do NDI

16h às 18h 
Atividade Cultural – ver mais informações
Encontro de Crianças com Autores
com Sig Schaitel
Local: Auditório do NDI

Mesa 3 – Co(a)ntar e recontar 
Toni Edson (UFAL), Ilsa Goulart (UFLavras) e  Nana Toledo (Editora Gato Leitor)
Mediação: Lilane Maria de Moura de Chagas (UFSC)
Local: Auditório EFI 

Mesa 4 – A literatura para infância em Moçambique 
Celso C. Cossa (Escritor/Moçambique), Mauro Brito (Escritor/Moçambique) e Pedro Pereira Lopes (Escritor/Moçambique)
Mediação: José Carlos dos Santos Debus (Pesquisador independente)
Local: Auditório CCE

Minicurso 2 – A literatura na idade mídia: uma reflexão sobre a produção multissemiótica em sala de aula
Ministrantes: Juliana Pádua Silva Medeiros e Mariana Argós
Local: Auditório Colégio de Aplicação

18h
Atividade Cultural – ver mais informações
Espetáculo Duo “Às Próprias Custas”
com Maristela e Sandro e participação especial da percussionista Thereza Viana

Lançamentos de livros e sessões de autógrafos – ver mais informações
Local: Hall do Bloco D, Centro de Ciências da Educação

Quarta-feira

Período Matutino

8h30

Atividade Cultural – ver mais informações
Narração de Histórias com Cia Mafagafos
Local: Auditório CCE

Atividade Cultural – ver mais informações
Narração de Histórias com Grupo Contarolando
Local: Auditório EFI

8h30 às 10h 

Mesa 5 –  Da arquitetura do livro e suas possibilidades 
Peter O´Sagae (Pesquisador independente) e Roger Mello (Escritor/ Ilustrador)
Mediação: Douglas Menegazzi (UFSC)
Local: Auditório EFI  

Mesa 6 – Caminhos da autoria no exercício do escrever e ilustrar 
Yvette Pais (Escritora/Ilustradora), Tino Freitas (Escritor) e Leo Cunha (PUC/MG)
Mediação: Renata Junqueira de Souza (UNESP)
Local: Auditório CCE  

Minicurso 3 – Citações literárias LGBTIQ CANCELADO

Infelizmente Sebastian não estará conosco por conta da grave crise que se instalou no Chile nos últimos dias. Enquanto comissão organizadora nos solidarizamos com os acontecimentos naquele país.

Ministrante: Sebastián Santander Lazo
Local: Sala Hassis – Bloco A CCE

Minicurso 4 – Eu sou o que vejo: um olhar mais atento sobre a literatura infantil com temática étnico-racial
Ministrante: Cristiane Veloso
Local: Sala Drummond – Bloco A CCE

10h
Atividade Cultural – ver mais informações
Teatro Lambe Lambe com Cia Andante
“A flor do lado de lá”
Duração: Sessões de 3 minutos
Local: Auditório do EFI

Atividade Cultural – ver mais informações
Sessão de Contos com Toni Edson
Duração: 45 minutos
Local: Auditório da Escola Beatriz de Souza Brito

10h30 às 12h 
Mesa 7 – Espaços de livros: a biblioteca como espaço de resistência 
Volnei Canônica (Quindim – RS), Julia Sanchez Viveros (Biblioteca de Santiago/Chile) e Cecília Bajour (Argentina)
Mediação: Cynthia Valente (UFSC)
Local: Auditório EFI  

Mesa 8 – Formação de leitores 
Denise Guilherme (A TABA/SP), Diva Guimarães (Paraná) e Sebastián Santander Lazo (Chile)
Mediação: Chirley Domingues (UNISUL)
Local: Auditório CCE  

Minicurso 5 – A criança e a escrita
Ministrante: Demétrio Panarotto
Local: Sala Hassis – Bloco A CCE

Minicurso 6 – A literatura infantil, o livro e a transformação da escola em um ambiente leitor: ideias, estratégias e possibilidades
Ministrante: Anderson Novello
Local: Auditório do NDI


Período Vespertino

13h
Atividade Cultural – ver mais informações

Roda de Histórias
Romaria da Palavra: Espaços da História
Coordenação: Claudete Terezinha da Mata
Local: Bloco C do CED

13h30 às 15h30
Mesa 9 – Literatura negra para infância 
Sonia Rosa (UFRRJ), Íris Amâncio (UFF) e Paulo Vinícius Baptista da Silva (UFPR)
Mediação: Maria Aparecida Rita Moreira (SEE – SC)
Local: Auditório EFI  

Atividade Cultural – ver mais informações
Narração de Histórias com Rosetenair
Local: Auditório do CCE

Mesa 10 – A literatura para infância em Santa Catarina – encontro com escritores e ilustradores 
Aline Maciel e Sig Schaitel (Cia Mafagafo), Caroline Carvalho, Eloi Bocheco, Giselle Marques, Guilherme Karsten, Maria Helena Bazzo, Nana Toledo, Pablo Lugones e  Solange Adão
Mediação: Fernanda Gonçalves (FMP)
Local: Auditório CCE  

Minicurso 7 – Contos de fadas: raízes mitológicas e frutos contemporâneos
Ministrante: Lígia Regina Máximo Cavalari Menna
Local: Auditório do NDI

14h
Atividade Cultural – ver mais informações
Sessão de Contos com Igor Gonçálves
“Catando Histórias pelo Mundo”
Duração: 45 minutos
Local: Auditório da Escola Beatriz de Souza Brito

16h

Atividade Cultural – ver mais informações
Encontro de Crianças com Autores
Maria Helena Bazzo
Local: Colégio de Aplicação

16h às 18h 
Mesa 11 – Literatura e Tradução
 
Dirce Waltrick (UFSC), Fernanda Coutinho (UFC) e Feibriss Henrique Meneghelli Cassilhas (UFSC)
Mediação: Rosilene F.K.Silveira (UFSC)
Local: Auditório CCE  

Mesa 12 – Editar e resistir Coletivo ALICE 
Editores: Daniela Padilha (Editora Jujuba), Pablo Lugones (Editora Gato Leitor), Marcia Leite (Editora Pulo do Gato), Marcelo Del´Anhol (Editora Olho de Vidro), Zeco Montes (ÔZé)
Mediação: Carol Machado (NDI/UFSC)
Local: Auditório EFI  

Minicurso 8 – Leitura e Ensino de poesia infanto-juvenil: Recursos e estratégias para a formação poética
Ministrante: Antônio Cézar Brito
Local: Auditório do NDI

18h
Atividade Cultural – ver mais informações
Espetáculo Carro da Sopa
Aline Maciel, Murilo Leandro Marcos e Felipe Ferro
Local: Hall do Bloco D, CED

Atividade Cultural – ver mais informações
POCKET SHOW: Negro Rudhy, DJ Monkey e Wagner Kchaça
Local: Hall do Bloco D, CED

Lançamentos de livros e sessões de autógrafos – ver mais informações
Local: Hall do Bloco D, CED

Quinta-feira

Período Matutino
8h30min às 12h
Exposição de Pôsteres – Hall do Centro de Ciências da Educação
Horários e Ensalamentos – Pôsteres

Simpósios Temáticos (ST) – Sessões de Comunicação
Horários e Ensalamentos – Comunicações

Atividade Cultural – ver mais informações
Mini Sarau com Confraria Literária
Lançamento dos livros “livres somos versos” e “Procura-se um leitor”
Org: Arlyse Ditter
1ª sessão – 8h30min
2ª sessão – 13h30min
Local: Sala 627 – Bloco A (CED)

Período Vespertino
13h
Atividade Cultural – ver mais informações

Roda de Histórias
Romaria da Palavra: Espaços da História
Coordenação: Claudete Terezinha da Mata
Local: Bloco C do CED

13h às 17h
Exposição de Pôsteres – Hall do Centro de Ciências da Educação
Horários e Ensalamentos – Pôsteres

13h30min às 18h
Simpósios Temáticos (ST) – Sessões de Comunicação
Horários e Ensalamentos – Comunicações

16h
Atividade Cultural – ver mais informações
Encontro de Crianças com autores
Nana Toledo
Local: Colégio de Aplicação

Atividade Cultural – ver mais informações
Encontro de Crianças com Autores
Caroline Carvalho
Local: NDI









back to top